14.06.2005

DIVERSÃO GARANTIDA OU SUA PICANHA DE VOLTA

Facelo, meu dileto ermão, coisa amada e mimosa, não tem culpa dos amigos que ele convida para o churrasco escolherem mal as namoradas.

Não tem culpa, por exemplo, da namorada do amigo dele ser uma mocinha formada em Direito há um ano que está prestando a prova da ordem e espera o resultado nesta quarta-feira e acha que tomou pau e quer que alguém (eu) lhe dê subsídios suficientes para ter esperança de ter passado (duvido mooooooito). Muito menos tem culpa dela ter uma vozinha gasguita e não perceber que se uma pessoa responde mais de seis vezes a perguntas com "A-hã" é porque não quer falar de Direito no meio de gente que não escolheu essa profissão sacal que tem vocabulário próprio e discussões intermináveis. Também não tem culpa de ela anunciar que não sabe fritar um ovo como se fosse o supremo manifesto da modernidade feminina, de achar Gwyneth Paltrow (ou seja lá como se escreve o nome da moça) leeeeeeeeeeeeeeenda, de pintar as sobrancelhas com carvão (ao menos era o que parecia) e ficar a cara do Zé-do-Caixão, nem de querer impedir o namorado de ter uma despedida de solteiro ameaçando de fazer ela mesma uma despedida de solteira para si.

Disso tudo Facelo não tem culpa alguma.

Agora, de ter uma irmã megera o suficiente para se divertir hor-ro-res mancomunada com seu excelentíssimo a noite toda às custas da mocinha, ah, isso ele tem: quem mandou não zelar pela educação que seus pais deram aos filhos?


por Ticcia, às 16:12 de 14.06.2005 - Categoria: Estórias da Carrocinha
Ver Comentários

ANIMOSIDADES

Um(a) simpático(a) leitor(a) escreveu alertando para o fato do título do post abaixo estar errado. Segundo ele(a), não seria anemosidades mas anImosidades.

Esclareço que é anemosidades mesmo, já que me referia à imagem, que é de uma anêmona.

A gente agradecemos as sugestões e puxões de orelha quando a gente assassinamos o vernáculo, mas se pegar o bonde andando, não tente sentar na janela.
por Ticcia, às 15:30 de 14.06.2005 - Categoria: Informes Infames
Ver Comentários

ANEMOSIDADES






Danço quase imóvel sob o jugo do teu corpo, quase terra invadida por raízes, quase areia engolindo conchas, quase mar naufragando barcos.







Continua aqui


por Ticcia, às 15:11 de 14.06.2005 - Categoria: Apoplexia Poética
Ver Comentários

ASSIM NÃO DÁ, ASSIM NÃO PODE

Hilda, a gata vendida-semvergonhanacara-filhadesnaturada, que só deitava no teclado do MEU micro e sobre os MEUS processinhos para pedir o MEU carinho e a MINHA atenção, está, neste exato momento, escarapachada sobre o teclado de um notebook alheio ronronando e se fazendo de meiga.

Como se não bastasse, o alheio liga (depois de ficar na MINHA cama quentinha, com a MINHA gata, enquanto a probrezinha de mim veio trabalhar num dia pra lá de friozinho) pra me contar uma coisa dessas.

Olha, tem horas que vou te dizer, é f*da.

por Ticcia, às 11:44 de 14.06.2005 - Categoria: Boca no Trombone
Ver Comentários