02.02.2005

Já conheci muita gente
Gostei de alguns garotos
Mas depois de você
Os outros são os outros
Ninguém pode acreditar
Na gente separado
Eu tenho mil amigos mas você foi
O meu melhor namorado
Procuro evitar comparações
Entre flores e declarações
Eu tento te esquecer
A minha vida continua
Mas é certo que eu seria sempre sua
Quem pode me entender
Depois de você, os outros são os outros e só

por Ro, às 21:28 de 02.02.2005 - Categoria: Geral
Ver Comentários

Show da Diana Krall




Fotos tiradas por um gostoso de uniforme do Nacional Supermercados - patrocinador do show - com uma polaroide.
por Ro, às 13:50 de 02.02.2005 - Categoria: Fatos e Fotas
Ver Comentários

DIA 2 DE FEVEREIRO


Ô doiá!


Iemanjá é proveniente de uma nação chamada Egbá, na Nigéria, onde existe um rio com o mesmo nome deste orixá. Ela seria filha de Olokum (mar) e mãe da maioria dos Orixás. Sua cor é branca, associada ao orixá Oxalá e juntos teriam feito a criação do mundo. Na África, Iemanjá é associada à fertilidade e fecundidade. Nas danças míticas, seus iniciados imitam o movimento das ondas executando curiosos gestos, ora como se estivessem nadando no mar, abrindo os braços, ora levando as mãos à testa e elevando-as ao céu, indicando as variações das ondas do mar.

Iemanjá segura um leque de metal e um espelho. Tem diversos nomes (ou qualidades) referentes à diversidade e às diferentes profundidades dos trechos do rio “Yemoja”.

Iemanjá representa a criação efetivada. O seu leque, chamado abebê, tem em seu centro um recorte, onde surge o desenho de uma sereia. Em outros modelos deste apetrecho, constam a lua e a estrela.

Complacente e pródiga, é responsável pela pescaria farta, além da vida com abundância de alimentos.

Ela não lembra a volúpia das sereias das lendas européias ou a Iara dos mitos indígenas, mas é representada e cultuada com muito respeito, pois é a mãe da criação. (Daqui)

Mais aqui.

por Ticcia, às 13:30 de 02.02.2005 - Categoria: Geral
Ver Comentários

Quem disse que as mulheres apreciam sinceridade?

Jesus ergue as sobrancelhas quando a chefe entra na sala.

- Nossa doutora, que viagem horrível!
- Como é que tu sabes, Jesus?
- Por que a senhora tá com a cara péssima e mal vestida.
(tênis, jeans e camiseta)

por Ro, às 11:17 de 02.02.2005 - Categoria: Estórias da Carrocinha
Ver Comentários