13.10.2005

Da série ACEITE ENCOMENDAS E SE ARREPENDA FOR A LIFE TIME

A única criatura com cara de pau suficiente (além da Adelaidinha) a me fazer encomenda de viagem foi a Vó Nininha.

Depois de ter me pedido de aniversário o DVD do Rinaldo e Liriel (que eu gramei Porto Alegre todo sem sucesso e acabei comprado mais de 200 reais em DVD's do Al Pacino para me redimir) e tendo o mercado da União Européia todim a seu inteiro dispor ('ces sabem que comigo a véia não pede, manda, e tem sempre tratamento VIP), me pediu revistas especializadas em barras, bicos e bordas de crochet. Atenção, amado leitor, não bastava crochet, deveriam ser barras, bicos e bordas de crochet. Trinta e sete dias depois, foram adquiridas e postas na mala. O fato de cada uma ter custado quase 10 euros é irrelevante. A minha emoção ao encontrá-las foi tanta que nem sei explicar.

Vó! Achei! Tô levando!


P.S.: Adelaidinha, até agora nada dos Altoids e, depois da lenda contada pela nossa amiga leitora e confrmada por Miss Pearls, começo a desconfiar que o teu intuito era enxovalhar a minha reputação internacional. Todavia, se achar no frixóps, levo (e compro pra mim).

por Ticcia, às 22:19 de 13.10.2005 - Categoria: Estórias da Carrocinha
Ver Comentários

TÔ VOLTANDO

(Maurício Tapajós/Paulo César Pinheiro)

Pode ir armando o coreto
E preparando aquele feijão preto
Eu tô voltando

Põe meia dúzia de Brahma pra gelar
Muda a roupa de cama
Eu tô voltando

Leva o chinelo pra sala de jantar
Que é lá mesmo que a mala eu vou largar
Quero te abraçar
Pode se perfurmar
Porque eu tô voltando

Dá uma geral, faz um bom defumador
Encha a casa de flor
Que eu tô voltando

Pega uma praia aproveita tá calor
Vai pegando uma cor
Que eu tô voltando

Faz um cabelo bonito pra eu notar
Que eu só quero mesmo é despentear
Quero te agarrar
Pode se preparar
Porque eu tô voltando

Põe pra tocar na vitrola aquele som
Estréia uma camisola
Eu tô voltando

Dá folga pra empregada
Manda a criançada pra casa da vó
Que eu tô voltando

Diz que eu só volto amanhã se alguém chamar
Telefone não deixa nem tocar
Quero la la iá
la la iá iá iá
Porque eu tô voltando

por Ticcia, às 19:50 de 13.10.2005 - Categoria: Geral
Ver Comentários

Almocinho básico com as amigas no Ocidente...

A moça-feena-e-educada chega ao batlocal no horário combinado e dá de cara com um representande da espécie masculina que ela já havia encontrado por ali antes (bem-lindo bem-tudo, sentado com duas rachas) e já havia catado por ali antes e, vejam bem, fora correspondida. Senta-se numa mesa estratégicamente colocada em frente ao digníssimo.

A moça-glamurosa-porém-avulsa se divertia horrores catando o gostoso, enquanto pensava: se não é gay é de preguiça e tem cara de passiva, mas pouco me importa por que eu-pegava-certo-independentemente-da-orientação-sexual. E meia hora depois do combinado chega Gláucia que-vai-apanhar-de-conga-só-na-cara-da-próxima-vez-que-me-deixar-plantada-esperando mas que, para se redimir, levou a Fernandinha.

A garçonete-meiga-e-antenada faz os pedidos sem consultar as moças-maizenas* e refere que conhece de trás pra frente a preferência dos clientes habituais. Ni qui, ni qui...

- Ai, amiga, então me ajuda!
- Diga.
- Aquele loiro de olhos azuis que está indo pro caixa é gay?
- Péra aí!


A garçonete-meiga-e-antenada dirige-se à cozinha e cumprimenta o gostoso-sarado-e-lindo-ao-mesmo-tempo (a pessoa-quase-tendo-um-troço) na passada. Depois, mui discretamente, olha para a mesa das moças com a testa franzida.

Alguns minutos mais tarde...

- Nãoooo! É hetero.
- Tá brincando!? Não pode ser...
- É hetero. As bibas se atiram horrores...
- Então ele tem um suuuuper compromisso com a modernidade!
- Tá sozinho faz pouco. A nomorada foi morar no exterior.
- Vem sempre aqui?
- De segunda à sexta, quase nunca falta.
- Sexta à noite!?
- Nãooo! Pra almoçar. É hetero. De escorpião.
- Como é que tu sabes?
- Ele faz aniversário perto do meu.


Papai-do-céu, o senhor está querendo me dizer que EXISTE um hetero que estéticamente parece gay?! É isso?! É isso!? SIM, EU QUERO. É esse mesmo! PRA MIM, SENHOR!!!! Ele é 33.



*A embalagem da Maizena (aquela caixa de papel amarela) não muda nunca, como maior exemplo de que há momentos que o ortodoxo é atual e muderno.
por Ro, às 18:19 de 13.10.2005 - Categoria: Estórias da Carrocinha
Ver Comentários

Senhoras e senhores, o Guga de cuequinha boxer...

Bom dia, Ro.
Segue a foto.
Socialize-a, mas por favor não a publique.
E avise a Solineuzza que 2 dedos ou 4 dedos é uma diferencinha mínima
Bjo,
Guga





por Ro, às 16:55 de 13.10.2005 - Categoria: Correspondência Secreta
Ver Comentários

AVISO AO MELIANTE

Adelaide, minha véia, teus Altoids subiram no telhado. Tô à cata dos rebuçados (balas) do demônio há três dias, pés cheio de bolhas e nada de achar aquilo. Vou fazer última tentativa hoje. Avisar se há algo de valor compatível e dificuldade menos que possa ser embarcado no lugar.

Enquanto isso, se houver uma boa'lma que saiba onde eu acho Altoids, a maior perdição da Adelaide depois do Fumaça do Brasil de Pelotas e do Zeca Manivela, avise.

por Ticcia, às 10:36 de 13.10.2005 - Categoria: Informes Infames
Ver Comentários

É HOJE, MOSFIOS!

Atenção meu povo!

às 19h, na Almedina do Atrium Saldanha, Lisboa (Lisboa, fios, Lisboa, ÉLI Í ÉSSE BÊ Ó A, tá, aproveitem que o dinheiro tá se acabando e eu vou voltar pra casa daqui a pouco) organização do José Carlos, esta Megera que vos fala, juntamente com Miss Pearls e Carla Bomba Inteligente Quevedo, com mediação de Isabel Ventura, mestranda em Estudos sobre as Mulheres.

Quero saber como é que andam os preparativos da torcida organizada, as camisetas, os pompons, se a team leader treinou direitim, se os fogos são pra, pelo menos, 5 minutos, se a Fátima (a Felgueiras e a outra aquela, menos popular) vão mesmo aparecer, se tem chuva de papel picado, se a segurança está OK, tudo isso.


Mais informações aqui.


por Ticcia, às 10:30 de 13.10.2005 - Categoria: Informes Infames
Ver Comentários