30.10.2005

OUTUBRO.



Meu calendário de outubro tem Hopper. Aquele do bar da esquina com um casal, um atendente e um homem totalmente noir, mesmo debaixo daquela luz, aquela luz do Hopper. Outubro me olha assim, por detrás de um balcão de bar aberto às três da manhã com uma mulher vestida de vermelho baforando um cigarro, homens de chapéu e máquinas de café de aço inox. Outubro é madrugada alta de um dia que esfriou rápido, com sereno nos carros estacionados em frente (que não se vê, mas sei que estão lá). Outubro que vem sempre depois do Setembro que, faça chuva ou faça sol, sempre me traz sobressalto. Na pontinha do quadro lê-se PHILLIES, o bar. Mas não importa. Não importa o nome. Nomes não são importantes às três e tantas da madrugada de um dia de Outubro que já devia estar quente, mas que faz frio. Ninguém pergunta um nome a essa altura da noite. Toma-se um café, fuma-se um cigarro e sente-se o desconforto do barulho que a porcelana das xícaras faz em contato com os pires, dos copos postos sobre o balcão de madeira, da luz espanando os cantos que queríamos deixar intocados. A essa altura os insones se reúnem como podem, sempre isolados em sua falta de sono e preocupação para olhar o atendente passar um pano pelo tampo, lavar um copo, servir mais uma taça de café. E esperam o sono recostados ao balcão. O sono que não vem, que não virá, a luz que dói os olhos, o café quente, mais um cigarro, depois o sereno e a calçada, a volta para casa. Mas isso só depois de outro café.

por Ticcia, às 23:29 de 30.10.2005 - Categoria: Miudezas em geral
Ver Comentários

28.10.2005

Enquanto isso, na caminha do doutor-das-idéia...

- Por quê escolheste esse nome?
- Porquê ele é inteligente, educadíssimo, politizado, sagaz, bonito. Mas especialmente delicado. Ele tem uma delicadeza, ele tinha uma delicadeza que me desnorteava. Uma delicadeza suave. E ele é forte. Tanto quanto eu. A delicadeza dele não esconde fragilidade, ela é resultado exatamente da força. E ele tem um refinamento não afetado. As vezes, cultura de massa em demasia. E fala francês. É discreto, um tanto frio. Uma frieza que mantém à distância olhos menos treinados. Uma beleza tão forte que mantém à distância personalidades menos cruas. Eu sei. Tem a perversidade que acompanha o narciso. Mas naquele momento era o nome mais adequado. Acho que ainda é.
- Ainda?
- Sabe o que me chama a atenção? A maioria das pessoas chama seus amores ou de forma sarcástica, tipo, polícia, encrenca, patroa, ou de forma debochada. Um deboche carinhoso. Eu tenho uma amiga que chama o cara de tigrinho ou tigrão, dependendo do contexto. Eu usei Lord, inventei Lord.
- Ficamos aqui.


por Ro, às 12:13 de 28.10.2005 - Categoria: Miudezas em geral
Ver Comentários

27.10.2005

Da Série DIÁLOGOS PRÉ-BOLINAGEM

- Apolo.

- Hum! Então evoluiu?

- Não. A garçonete que me disse.

- Mas ROBERTA, tu nem ouviste a voz da criatura!

- Não precisa, Ti. Eu olhei. E senti o olhar dele.


por Ro, às 10:37 de 27.10.2005 - Categoria: Miudezas em geral
Ver Comentários

26.10.2005

SIMPLES, PORÉM ECONÔMICA E GLAMUROSA.

OURO! COMPRO OURO! OURO! - CORTÁ CABELO! CORTÁ CABELO! - Treis por um real! Treis por um real! - Vai flor, aí, moça? - HB, HB, HB, HB, HB, HB - PILHA! PILHA! - CORTÁ CABELO! CORTÁ CABELO! - FÁÁÁÁÁBRICA DE CALCINHA! FÁÁÁÁÁBRICA DE CALCINHA! FÁÁÁÁÁBRICA DE CALCINHA! - Dinheiro na hora: CRÉDITO PESSUAU! CRÉDITO PESSUAU! - Mega Senna cuuuuumulada! Mega Senna cuuuuumulada! Mega Senna cuuuuumulada! - FÁÁÁÁÁBRICA DE CALCINHA! FÁÁÁÁÁBRICA DE CALCINHA! - FÓTO! FÓTO! FÓTO NA HÓRAAA! - CD, CD, CD, CD, CD - Florzinha, moça? Tá bonitaaa!

E a pergunta que não quer calar: o quê a pessoa foi fazer nos camelôs?

por Ro, às 21:06 de 26.10.2005 - Categoria: Miudezas em geral
Ver Comentários

25.10.2005

Da Série DIÁLOGOS PRÉ-BOLINAGEM

- Mas se eu disser o que pensei a primeira vez que te vi, não vais gostar!

- Que eu era gay.

- Hahahaha. Então não fui a primeira?

- Não sei. Por que pensaste? Por que a noite é bar gay? Não notaste que eu ficava te olhando?

- Tsc tsc tsc. Bonito, sarado e bem vestido, a probabilidade de ser gay era bem grande.

- Não sou. Bem pelo contrário.

- Não me olha assim!



por Ro, às 18:49 de 25.10.2005 - Categoria: Miudezas em geral
Ver Comentários

Pele viçosa e hálio puro

A Megera chega na parte rica e feena da repartição e encontra com uma colega pela qual sempre nutriu admiração - mas que vestia-se muito chique e glamurosa no melhor estilo tailleur-escarpim-bege - de camiseta com a barriguinha sarada de fora e saião cigano rosa.

Como a Megera tem pobrema de língua solta, sem se dar conta, lascou:

- Tu e separou e tá de marido novo!?
- Me separei há três meses e estou de namorado novo.
Respondeu a linda entre gargalhadas.

Ni qui, ni qui, o macharedo presente não compreendeu como a Megera foi no ponto focal da questão.

- Elementar, meu caros. Olhem o up grade da mulher!!!

Aposto que virou macrobiótica e tá fazendo pilates.
Creme de proteína é tudo na vida de uma mulher...


por Ro, às 18:27 de 25.10.2005 - Categoria: Miudezas em geral
Ver Comentários

20.10.2005

ZEN TURTLE.

Éa primeira vez em... em... em... bem, é a primeira vez que eu não vejo a hora de ir me mexer. Tá certo, é natação e eu pareço uma tartaruga de 60 quilos deslizando a meio quilômetro por hora, mas é se mexer.

Foda-se o cabelo.

por Ticcia, às 17:07 de 20.10.2005 - Categoria: Miudezas em geral
Ver Comentários

19.10.2005

EU QUERO.



por Ticcia, às 22:47 de 19.10.2005 - Categoria: Miudezas em geral
Ver Comentários

Enquanto isso, em Fred West...

Chefia entra na modesta sala de Rozinha.

- Todos os dias em que vou cortar o cabelo me lembro que a moda dos chapéus deveria voltar!

Risinho.

- Se a moda voltasse eu usaria chapéu e não seria confundido com o Brossard.

E a outra, bem Megera:

- Raspa a cabeça, Johnny. É sempre melhor um Miltinho Talaveira* que um Paulo Brossard**.



* O Patrulheiro das Pistas, que dita moda e estilo em Gay Harbour.
** Ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal.

por Ro, às 10:52 de 19.10.2005 - Categoria: Miudezas em geral
Ver Comentários

18.10.2005

PORTO ALEGRE.


Hidráulica Moinhos de Vento - Copyright © 2001-2005 Gilberto Simon All rights reserved


Reencontro Porto Alegre em pleno outono. É estranho. Depois de um inverno com primaveras intercaladas, as árvores ainda não sabem que é outubro. Estão desfolhadas, sem brotos, nem sinal das flores. Há nelas uma certa melancolia e um desalento. Esperam que o vento cesse, que a chuva pare, que o céu desanuvie. Esperam que o cinza dê espaço ao azul para poderem vestir-se de lilás e amarelo. Há nelas um tempo outro que não conheciam. Estão aprendendo a lidar com os humores estranhos do inverno recalcitrante. Persistem. Guardam em si as cores, os perfumes, as folhas enroladas e esperam. Depois, o sol.


por Ticcia, às 10:35 de 18.10.2005 - Categoria: Miudezas em geral
Ver Comentários

17.10.2005

Da série HOJE ACORDEI ASSIM*.




*A série HOJE ACORDEI ASSIM é copiráite Bomba Inteligente.

por Ticcia, às 15:42 de 17.10.2005 - Categoria: Miudezas em geral
Ver Comentários

11.10.2005

C'est la vie...

Tapete de sisal, vaso de vime indígena, taças de licor, galhos de sei-lá-que-raio-de-planta-mas-é-bonito, frutas de cera, moldura dourada, taças de champagne (uma de cada modelo), saleiro de louça, cortina de contas-com-estrelas-e-sóis branca, saboneteira de vidro colorida, patinhos de plástico amarelos, porta trecos de vidro coloridos, taças de vinho tinto (uma de cada modelo), bujão de gás, toalhas amarelas, bolitas coloridas, copos, velas roxas, cesta de vime indígena, mangueira do gás e danoninho. Tudo hoje.

Ah, tava me esquecendo: chegou a sala de jantar, com as cadeiras do modelo errado. E o chuveiro continua dando choque. Mas quando eu digo que tá faltando homi aqui em casa, as pessoas caem na risada.

por Ro, às 23:58 de 11.10.2005 - Categoria: Miudezas em geral
Ver Comentários

TIP'S DA TICCIA

Sua definição de ironia do destino jamais passou pela cena patética de abrir a revista de fofocas na ante-sala do ginecologista, grávida, e dar com a foto dele (41), Armani, com a esposa (36), Isabela Capetto.

***************************

Poema esquisito
(Adélia Prado)

Dói-me a cabeça aos trinta e nove anos.
Não é hábito. É raríssimamente que ela dói.
Ninguém tem culpa.
Meu pai. Minha mãe descasaram seus fardos,
Não existe mais modo
De eles terem seus olhos sobre mim.
Mãe, ô mãe, ô pai. Onde estão escondidos?
É dentro de mim que eles estão.
Não fiz mausoléu pra eles, pus os dois no chão
Nasceu lá, pois quis um pé de saudade roxa,
Que abunda nos cemitérios.
Quem plantou foi o vento, a água da chuva.
Quem vai matar é o sol.
Passou finados não fui lá, aniversário também não,
Pra quê, se pra chorar qualquer lugar me cabe?
É de tanto lembrá-los que eu não vou.
Ôôôô pai
Ôôôô mãe
Dentro de mim respondem
Tenazes e duros
Porque o zelo o espírito é sem meiguices,
Ôôôô fia.


***************************

Ar, pensou, e saiu caminhando. Nada era mais capaz de colocá-la no seu devido lugar que ruas totalmente desconhecidas.

***************************

Ser forte, sim. Mas quanto? Vale ser forte quando tudo se rebenta por dentro? Ela pensava e sentia o rosto desfigurado por um sorriso que não era seu. Finalmente disse: “-Sim, tudo bem.”

***************************

Sonhou que a vida era outra, que vinha alguém resgatá-la, colocavam-na dentro de um carro quentinho, de estofados claros, aconchegava-se e dormia, enquanto o carro deslizava por uma estrada reta, plana, sempre em crepúsculo. Mas mesmo no sonho dentro do sonho, ela queria voltar.

***************************

por Ticcia, às 13:15 de 11.10.2005 - Categoria: Miudezas em geral
Ver Comentários

10.10.2005

ALELUIA, IRMÃOS!!

O que é melhor que férias nas orópa?
Saber que, no dia da chegada, vão creditar sua restituição do imposto de renda.

Tem coisas que o dinheiro não pode comprar.
Pra todo o resto tem Mastercard.

(Há um anjinho aqui ao lado lamentando a hora que eu tive a brilhante idéia de consultar a Receita Federal antes de passar pelo frixóps e ponderando que eu deveria usar a grana pra dar de entrada numa lipoaspiração).

Too late, dear, tooooooooo late.

por Ticcia, às 12:15 de 10.10.2005 - Categoria: Miudezas em geral
Ver Comentários